Projetos

Homossexualidades

O projeto é uma ação do LabESHU da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com apoio da Diretoria LGBT da UFPE, do CNPq e do Programa Diálogos Suape.

Ele objetiva a promoção de saúde e cidadania para a população de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) e envolve a realização das seguintes atividades:

Conheça os nossos materiais informativos sobre saúde sexual. Clique nas imagens!



Diálogos Suape


O Programa Diálogos Suape teve por objetivo contribuir para o desenvolvimento social dos municípios Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca (microrregião de Suape/Pernambuco), a partir de atividades que pudessem promover a redução dos índices relacionados com problemas de saúde e violência, como gravidez na adolescência, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), exploração sexual comercial de crianças e adolescentes, violência masculina e violência contra as mulheres, e uso abusivo de álcool e outras drogas. Ao mesmo tempo, buscou, pela análise do processo, contribuir para o desenvolvimento de tecnologias sociais para atuação psicossocial em processos populacionais de mudança, com vistas de diminuir a vulnerabilidade a agravos e violações relacionados com sexualidade, reprodução e saúde.

Com uma população de cerca de 265 mil habitantes (conforme o Censo de 2010), Suape desde 2007, vem se beneficiando dos investimentos do PAC, o que propiciou a instalação de um conjunto de empresas de grande porte, como a Refinaria Abreu e Lima, a Petroquímica Suape e o Estaleiro Atlântico Sul, entre outras. Os municípios são marcados historicamente por desigualdades econômicas e sociais, das mais diferentes ordens, o que torna as comunidades que ali residem mais vulneráveis a uma diversidade de agravos à saúde e violação de direitos.

Os empreendimentos do Complexo Industrial e Portuário de Suape certamente têm promovido o crescimento econômico da região. Porém, também geraram impactos que ampliam a própria dinâmica das desigualdades. A chegada de milhares de homens, atraídos pela promessa de emprego e melhoria de vida, por exemplo, contribuiu para o fortalecimento e a realização de vários processos sociais que diminuem a qualidade de vida dos habitantes da região, inclusive dos recém-chegados. Tal encontro vem sendo marcado por uma série de antigas e novas determinações sociais que desafiam entidades públicas e privadas a projetarem ações para o atendimento das mais diferentes demandas sociais latentes, especialmente aquelas relativas às construções sociais de gênero, de sexualidade, de classe e de renda, de raça, de escolaridade, de idade e de geração, entre outras.

Para mais informações sobre o Programa e seus produtos, clique na logo!